sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Prefeito e a Teoria da Conspiração




Ao deparar com a segunda investida de queimadores de contêineres, na segunda-feira, o prefeito José Fortunati anunciou “ações enérgicas” para conter e punir os que estão tentando boicotar o serviço de coleta automática de lixo em Porto Alegre.

Na madrugada de segunda, mais dois contêineres apareceram incendiados — na Praça Otávio Rocha e na Rua Santo Antônio —, no segundo ataque contra o patrimônio público desde o dia 14. Outros quatro equipamentos teriam sido atingidos, mas não ficaram danificados e seguem nas ruas.

Fortunati pediu um dossiê das depredações. Quando o material estiver pronto, o prefeito acionará o Ministério Público e a Secretaria da Segurança Pública. Enquanto isso, a Guarda Municipal deverá reforçar a vigilância.

A autoridade atribuiu o vandalismo contra os contêineres, que começaram a ser instalados na Capital no dia 12, a uma “máfia” que teve seus interesses contrariados e apreciava licitações públicas facilitadas. Quando lançou o serviço automático de coleta seletiva, Fortunati recebeu recados de que iria prejudicar determinados grupos que lidam com milhares de reais.

— Como fizemos um processo transparente, sabíamos que sofreríamos retaliações — declarou.

Fonte

Nenhum comentário: