terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Johnson e o desperdicio






Quando gastar o refil do novo, vou quebrar o plastico e ver se por baixo não esconde o sistema rosqueavel do antigo, já que o SAC não soube informar coisa com coisa.




Quantos não tiveram a decepção de comprar refil para seus aparelhos anti-mosquito e não conseguir encaixar no aparelho antigo?

Pois bem isso é uma pratica comum dos fabricantes que de alguma forma bizarra acha que mudando o aparelho todo ano vão agradar os trouxas consumidores.

A johnson criou o Raid Automatic com a facilidade de podermos aciona-lo manualmente(1) e esse ano surge o Raid Advanced (nome pomposo hem!?).

Só tem um problema, além de mudar o sistema de acionamento ainda não se contentaram e mudaram o encaixe do refil no aparelho, dessa forma quem tinha o aparelho automatic não pode usar o refil atual, e não acha o refil para o aparelho antigo.

Forçando o trouxa a comprar novo aparelho e jogar fora (desperdicio) o aparelho antigo que tinha a facilidade de uso manual.


(1)
Porque me referi expecificamente ao uso manual? Quando temos uma nuvem de mosquitos azucrinando nossa volta, não adianta usar o aparelho no automatico, pois ele vai acionar de tempos em tempos, enquanto isso os mosquitos já viciados no produto irão se acostumando, enquanto que no caso do aparelho antigo podiamos dar uma overdose num primeiro momento para eles se afastarem e depois ligar no automatico.

Nenhum comentário: