quarta-feira, 14 de agosto de 2013

ThermoSystem

O Tão propagado chuveiro elétrico ThermoSystem que esses "artistas e apresentadores de TV" fazem anúncios e nunca usaram pois eles moram em mansões com aquecimento e chuveiro elétrico nem casa do cachorro deve ter.





Então a minha queimou com 13 meses, bem no fim da garantia, essa merda resolveu não esfriar mais, ficava bom pra esquentar a agua pro café.

Basicamente o chuveiro se resume a isso: A resistencia aqui em baixo, ali do lado esquerdo o potenciometro que regula a temperatura da agua, no centro um componente e a direita outro onde está um compponente eletro/eletronico que parece ser um regulador que está ligado ao potenciometro. Trocar o potenciometro é facil só tem que desoldar os fios, mas o regulador parece que vem fixado naquela peça plastica, resumindo, quando um lixo desse pifa, melhor comprar novo, mas uma porcaria dessas que não dura nem 1 ano é dose, só mesmo na banania onde as empresas se acostumaram a lesar o consumidor é que isso acontece.

Um comentário:

Frederico Reis disse...

Esse chuveiro possui um sistema de aquecimento por controle eletrônico, similar aos ajustes de velocidade de ventiladores ou luminosidade de lampadas. Esse sistema se chama DIMMER, e consiste em um componente semi-condutor chamado TRIAC para alimentar a resistência (unica), aonde o controle de alimentação e ajustado pelo potenciômetro linear. Ao meu ver, pura bobagem, pois o único diferencial deste chuveiro é permitir o ajuste "fino" da temperatura de 0 a 100%, enquanto o chuveiro comum trabalha com resistência dupla seriada, aonde:

0% (frio - não ocorre alimentação)
50% (morno - maior impedância, menor potencia por ocorrer alimentação das duas resistências)
100% (quente - menor impedância e consequentemente, maior potencia por
alimentar apenas uma resistência e assim obtêm-se água quente).

Fatores como a alta potencia de consumo de um chuveiro (5000 Watts), tempo de uso (banho), vaporização/condensação do ambiente e possíveis instabilidades na rede podem contribuir para inconfiabilidade desse sistema ou para encurtar a vida útil dos componentes eletrônicos.